quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

P.S. Eu Te Amo

P. S. Eu Te Amo
Autor: Cecelia Ahern
Título Original: P.S I Love You
Categoria: Literatura Estrangeira/ Romance
Editora: Novo Conceito
Data de publicação: 2012
Páginas: 368
Classificação: 

Sinopse
Gerry e Holly eram namorados de infância e ficariam juntos para sempre, até que o inimaginável acontece e Gerry morre, deixando-a devastada. 

Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas nas quais Gerry, gentilmente, a guia em sua nova vida sem ele. Com ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa do que nunca. 


Resenha
O livro já começa com Holly viúva. Sem nenhuma sutileza, simplesmente o marido dela morreu. Claro que com a afobação você quer saber como isso aconteceu, qual era a relação deles e o que eles viveram antes de essa tragédia chegar. Essas respostas aparecerão com o desenrolar da história. Holly é a personagem principal do livro, que agora luta para viver sem a companhia do marido. Para ela, não há vida sem ele e por mais que familiares e amigos tentem anima-la, ela não quer voltar à vida. Eis que sua amiga Sheron faz Holly acordar para realidade e sair daquela casa. Mesmo muito abalada, Holly tenta reconstruir sua vida, até que sua mãe entrega um pacote. Mas quem enviou um pacote cheio de cartas. Mas quem teria enviado aquele pacote? Ela descobre que o pacote, aquelas cartas, aquilo tudo era Gerry, seu falecido marido. Ele escreveu uma carta para cada mês que Holly está vivendo, com indicações sobre o que fazer naquele determinado mês. Com a ajuda de suas amigas ela faz todas as exigências escritas por Gerry. Esse é o enredo principal do livro. O que tem na próxima carta e como isso vai mudar sua vida? 

Holly se arrasta o livro inteiro. Ela parece não conseguir superar a perda e está sempre entre altos e baixos, agarrada em lembranças antigas. Muitas vezes chega até ser individualista demais, não pensando em quem está a sua volta e vivendo a sua melancolia eterna. Não espere grandes romances, pois isso não acontece! É bonito saber que alguém que morreu te amava tanto a ponto de deixar um grande tesouro como esse. Faz você dar valor as pessoas que ama e que talvez amanhã não estejam ao seu lado.
É uma leitura rápida que não exige grande atenção, o texto é simples. A história em si é muito bem escrita, mas não me amarrou muito. O que te impulsiona a querer ler mais e mais são as cartas dos meses seguintes. A curiosidade é grande para saber qual será a próxima de Gerry. O livro virou até um filme, li primeiro o livro e depois vi o filme, mas sinceramente não gostei nem um pouco de como foi feito (é o que normalmente acontece). Leia e acompanhe Holly em sua missão. 

2 comentários:

Ana Laura Marques disse...

Já ouvi falar muito sobre esse livro e ainda preciso lê-lo.Ótima resenha.
http://sweestssbooks.blogspot.com.br

Bruna disse...

Ana pode ter certeza de que não irá se arrepender. É um livro fácil de ler mas com uma história diferente das convencionais. Vale a pena.Obrigada pelo comentário. Bjs

Postar um comentário

Para sugestões e contato, envie-nos um comentário.